Empregados do Seta atendem à convocação do Sincomerciários de Guarulhos e comparecem em massa

primi sui motori con e-max

SEtasubsedeitaqua

O Sincomerciários de Guarulhos, por meio de seu departamente jurídico, fez uma convocação para que os funcionários do Grupo Seta Atacadista, que não tenham processos com advogados particulares e sejam da base do Sincomerciários de Guarulhos nas cidades de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Santa Isabel e Itaquaquecetuba, comparecessem no dia 12 de julho, na Subsede de Itaquaquecetuba, para analisarem e decidirem sobre proposta de acordo formulada pela empresa em processo judicial movido pelo Sincomerciários de Guarulhos, no qual já foram bloqueados R$ 8.000.000,00 (oito milhões de reais), para garantir os pagamentos dos direitos dos empregados, após o fechamento repentino da empresa.

O comparecimento foi muito grande. Centenas de comerciários estiveram no local, seguiram orientação dos advogados do sindicato, não aceitaram a proposta inicial de 40% das verbas rescisórias e autorizaram o Sincomerciários de Guarulhos a negociar em nome de todos, respeitando o direito das verbas rescisórias  da rescisão contratual.

Fechamento Repentino

No início do ano, a Seta Atacadista,  rede que chegou a ter quase 50 lojas em todo o Brasil, fechou abruptamente várias delas, inclusive em Guarulhos e Itaquaquecetuba, surpreendendo os funcionários.

Imediatamente, o Sincomerciários de Guarulhos começou a atuar junto à empresa e buscou garantir um mínimo de direito aos funcionários

E, no final de abril, a SETA encerrou suas atividades, dispensando sem justa causa todo seu quadro efetivo, mais de 2500 empregados. Para resguardar o mínimo de subsistência a cada um, o Sincomerciários de Guarulhos homologou as rescisões contratuais a pedido dos empregados, apenas para efetuarem o levantamento do FGTS e o receberem o seguro desemprego. Contudo, a SETA não pagou as verbas rescisórias devidas aos empregados.

Para defender os direitos dos comerciários, o sindicato ingressou com uma ação na Justiça do Trabalho e, no final do mês de maio, obteve uma grande vitória.

Com o objetivo de garantir os direitos dos empregados, a Justiça determinou liminarmente o bloqueio de R$ 8.000.000,00 (oito milhões de reais) e ordenou que esses valores sejam buscados nas contas bancárias (penhora on line), entre as empresas do Grupo SETA e entre os bens dos sócios, deferindo o que se chama de desconsideração da personalidade jurídica.

Após o bloqueio, a Seta compareceu em Juízo e mostrou disposição em negociar.

O Sincomerciários de Guarulhos, então, convocou os funcionários para que estes autorizassem as negociações.

Walter dos Santos, presidente do Sincomerciários de Guarulhos, disse: “Um dos donos me procurou e pediu que liberássemos ao menos os caminhões bloqueados na Justiça, eu respondi que tudo bem, que é fácil, basta que eles paguem tudo aos empregados que a gente libera”, afirmou Walter.

Walter ainda lembra que “situações como essa mostram a importância dos sindicatos que esses que aprovaram a reforma trabalhista querem acabar. Como é que esse pessoal iria negociar diretamente com os patrões que, quando bem entenderam, simplesmente baixaram as portas e deram uma banana para todo mundo. É esse o futuro moderno que os nossos políticos pretendem para os trabalhadores”.

Se você é funcionário do Seta na base do Sincomerciários de Guarulhos, ou seja Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Santa Isabel e Itaquaquecetuba e não pode comparecer, ligue para o Sincomerciários de Guarulhos: tel. 11 2475-6565 

SEtasubsedeitaqua2

 

 

SEtasubsedeitaqua3

 

SEtasubsedeitaqua4

 

ImprimirE-mail

sindicalizar

dentistadesistencia

Guarulhos

Rua Morvan Figueiredo, 65
7º andar - Centro - Gru
Cep.: 07090-010
Tel: (11) 2475-6565

Itaquaquecetuba

Rua Guilhermina Maria Conceição, 79
Centro - Itaquaquecetuba
Cep.: 08570-640
Tel.: (11) 4642-0381 / 4642-0792

CQC

Rua Cerqueira César, 236
Centro de Guarulhos
Tel.: (11)4378-8333

Facebook
Youtube